segunda-feira, 1 de fevereiro de 2016

ALADOS


Dois jovens que acabam de se conhecer

Enquanto a guerra traz a destruição

Vivem a mais louca paixão,

Um carinho envolto de si

Os fazem querer sumir de vez.

Santiago, uma pobre alma mal amada

Viu em Murilo, a esperança de um novo começo

E a genética de um anjo que vive pela maldade,

Seu antepassado causou a dor

Em mortais aqui na terra...

Lúcifer, seu pai

O deixou a desgraça de uma guerra

O mundo estará em boas mãos?

Foi Murilo seu grande viver,

Ela que já viu a magnitude e desgraça de humanos

Encontrou em Santiago quem possa confiar,

Mas aos olhos dele, nada podia vai...

O amor mais sincero de um ser místico.

Dois anjos, regidos por um belo amor

Seu maior medo era perde-lo,

A solidão de todos que o abandonaram

Juntos invencíveis a todo poder,

Ele se mataria por toda a solidão

Sua dor era constante

O faziam crer que ninguém o queria

Somente Murilo foi capaz

Só eles e mais ninguém

De trazer amor a um coração muito partido.

Sabiam o significado do verdadeiro amor

O carinho de quem podia dar a vida pelo outro

O sabor da paixão que ambos cultivavam

Era mais poderosa que os pecados da humanidade.

Ela o queria, ele também, a amava, mas nunca havia dito

Murilo viu de tudo

E assim o tornou um anjo especial

Ele era um ser de tamanha magia

Com a pureza de ser angelical

E no futuro seria caro,

A dor de palavras não ditas

A guerra está vinda

Chegará o momento de toda verdade

Lutas pelo poder entre maldade e bondade

Serão testemunhadas por muitos presentes,

E ele terá de escolher o lado da verdade.

O fim está próximo,


E ele terá de escolher o lado da verdade.
 

SARAU © 2015 - 2016