quarta-feira, 13 de janeiro de 2016

SONETO DE UM ANJO CARINHOSO


Ao raiar do sol

O encanto do amor sereno

Ao ver meu anjo, um colibri


Que tive maior contentamento.

Imensa felicidade eu senti

Uma grande vibração a tocar, seu rosto ameno

E meu coração ficou pequeno.

Triste, fiquei ao vai partir

Logo a verei de novo?

Grande pesar em meu coração,

Triste e chorando ele esta.

Meu amor levou consigo, agora estas mortas,

Ainda assim, guardo grande feição

Por um anjo feliz que me completa.
 

SARAU © 2015 - 2016