sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

GUERRA SANTA


Em um novo horizonte

Surgiu uma luz no céu escuro

Rápido aos olhos de humanos


Longe da compreensão de suas almas

Somente um fogo no céu jogando sua fumaça cinza.

Naquele infinito jardim

Prosperava paz e sabedoria,

Jogando risadas pelos ares

De corações a se partir,

A cada passo, uma nova etapa a surgir

Em uma nova Guerra Santa a chegar.

Meteoros caiam rasgando o céu,

Riscando em cinza o espaço que lhe seguia

Anjos ocupavam aqueles lugares

Vindos a mando de seu Deus

Apenas destruir o mundo

Que todos prezam

Que todos estão a sonhar.

A salvação esta longe do fim

Para uma sobrevivência existir

Lutar é preciso,

Em mares de sangue a derramar

Jogar fora todo o amor de uma vida

Ter em seu espírito a esperança de salvar

Almas que lhe são importantes.

Sonhadores se tornam voluntários

Para defender aquela terra que abitam

São aqueles que os humanos mais apreciam

Defender o que lhes prezam

Deixar de lado suas vidas

Apenas cuidar de quem ama.

Os destruidores de seus lares

Anjos com longas asas negras

Cruzam o céu somente para destruir

Vidas, lares, sonhos, tudo que lhes resta

Querem apenas roubar as almas fortes

De homens e mulheres mais fortes que suas almas

Podem crer.


 Os voluntários para uma guerra santa

Violentos por séculos de escuridão

Somente com o intuito da paixão.


 

SARAU © 2015 - 2016