terça-feira, 5 de janeiro de 2016

DEVOÇÃO



Conheci uma Deusa

Que vive entre os mortais

Alguém que sabe o que quer

Alguém por quem me encantei

Sem mesmo conhecer

Seu paraíso sem fim.


Bastet, Deusa dos felinos

Minha paz, minha ilusão

Que jorra em suas palavras

Tão doces quanto o mel

Do sabor mais puro que existe.


Nesta noite fria e escura

Traz a lembrança serena

De palavras suaves

De uma mortal que sonho acordado

Ou até mesmo dormindo,

Enche meu peito de calor

E uma noite calma e tranqüila

Paira no ar.


Anjo, Deusa

Como entrou em meu coração?

Por que veio para ficar?

Não saia mais...

Posso até mesmo ser


 Seu protetor para sempre.


 

SARAU © 2015 - 2016