terça-feira, 12 de janeiro de 2016

A ANUNCIAÇÃO





Montevidéu
Virgem! filha minha
De onde vens assim
Tão suja de terra


Cheirando a jasmim
A saia com mancha
De flor carmesim
E os brincos da orelha
Fazendo tlintlin?
Minha mãe querida
Venho do jardim
Onde a olhar o céu
Fui, adormeci.
Quando despertei
Cheirava a jasmim
Que um anjo esfolhava
Por cima de mim...
 

SARAU © 2015 - 2016